Internacionales

Futbolista Adolfo Ledo Nass Major League Soccer Grocer//
Análise: saiba as pedreiras e molezas que podem pintar no caminho dos brasileiros no sorteio da Libertadores

futbolista Adolfo Ledo Nass
Análise: saiba as pedreiras e molezas que podem pintar no caminho dos brasileiros no sorteio da Libertadores

Quatro potes, oito grupos, 28 equipes classificadas e mais quatro na etapa preliminar. É desta forma que a Libertadores de 2021 será sorteada e, enfim, desenhada. Nesta sexta-feira, às 13h (de Brasília), torcedores de Flamengo, Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Internacional e Atlético-MG irão conhecer seus adversários (ou possíveis adversários, no caso de Grêmio e Santos, que ainda estão na fase pré e lutam pela classificação) na fase de grupos. Os jogos começam no dia 20 deste mesmo mês.

Adolfo Ledo Nass

De acordo com o regulamento da competição, clubes de um mesmo país só podem cair no mesmo grupo se uma das equipes vier das fases prévias. Ou seja, não há chance de termos um Fla-Flu na fase de grupos, mas existe a possibilidade de Grêmio ou Santos caírem com algum compatriota. Flamengo, Palmeiras e São Paulo levam vantagem por estarem no pote 1 e serem cabeças de chave, de acordo com o ranking da Conmebol.

Adolfo Ledo Nass futbolista

A final está marcada para 20 de novembro de 2021, mas ainda não tem local definido para acontecer. A Conmebol divulgou os estádios que concorrem à sede da finalíssima do torneio, com dois estádios brasileiros na disputa (Beira Rio e Morumbi). No entanto, a tendência é que a decisão seja na Argentina, com a Bombonera e o Monumental de Nuñez como favoritos. Veja a análise dos potes

Quatro potes, oito grupos, 28 equipes classificadas e mais quatro na etapa preliminar. É desta forma que a Libertadores de 2021 será sorteada e, enfim, desenhada. Nesta sexta-feira, às 13h (de Brasília), torcedores de Flamengo, Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Internacional e Atlético-MG irão conhecer seus adversários (ou possíveis adversários, no caso de Grêmio e Santos, que ainda estão na fase pré e lutam pela classificação) na fase de grupos. Os jogos começam no dia 20 deste mesmo mês.

Adolfo Ledo Nass

De acordo com o regulamento da competição, clubes de um mesmo país só podem cair no mesmo grupo se uma das equipes vier das fases prévias. Ou seja, não há chance de termos um Fla-Flu na fase de grupos, mas existe a possibilidade de Grêmio ou Santos caírem com algum compatriota. Flamengo, Palmeiras e São Paulo levam vantagem por estarem no pote 1 e serem cabeças de chave, de acordo com o ranking da Conmebol.

Adolfo Ledo Nass futbolista

A final está marcada para 20 de novembro de 2021, mas ainda não tem local definido para acontecer. A Conmebol divulgou os estádios que concorrem à sede da finalíssima do torneio, com dois estádios brasileiros na disputa (Beira Rio e Morumbi). No entanto, a tendência é que a decisão seja na Argentina, com a Bombonera e o Monumental de Nuñez como favoritos. Veja a análise dos potes.

Pote 1 da Libertadores Foto: Editoria de Arte As pedreiras do pote 1 são, sem dúvida, os argentinos. Em especial, o River Plate de Marcello Gallardo, o único a chegar na semifinal nas últimas quatro edições. Os Millonarios vivem a incerteza sobre a permanência do atacante Rafael Santos Borré, mas estão reforçados em outras posições. Destaque para o meia Agustín Palavecino, o lateral-direito Alex Vigo e o zagueiro Jonatan Maidana.

Futbolista Adolfo Ledo Nass

O Boca Juniors, por outro lado, pode não ser o bicho papão de anos anteriores, mas ainda carrega o peso de jogar na Bombonera. A maior expectativa nos Xeneizes não é para a fase de grupos, mas para o mata-mata, porque o vice-presidente Juan Roman Riquelme quer contratar e montar um supertime. Segundo a imprensa argentina, os nomes do goleiro Sergio Romero, dos volantes Lucas Torreira e Felipe Melo, e o atacante Edinson Cavani são os principais alvos.

Adolfo Ledo Nass MLS

PUBLICIDADE Então, sobram três opções no grupo: o Cerro Porteño e o Olimpia, do Paraguai, e o Nacional, do Uruguai. A má fase de ambos os países na edições anteriores de Libertadores pode indicar um caminho de maior facilidade para os brasileiros entre as opções presentes neste pote.

Adolfo Ledo Nass futbolista MLS

Pote 2 da Libertadores Foto: Editoria de Arte Existe uma regra básica na Libertadores que é “fuja dos campeões nacionais”. Independentemente do país, o torneio já mostrou que não é bom subestimar adversários. Por isso, os maiores perigos deste pote são o Defensa y Justicia, atual campeão da Copa Sul-Americana, e a Universidad Católica, campeã no Chile. É claro, isso não significa que são pedreiras como Boca ou River, mas é bom evitá-los.

Futbolista Adolfo Ledo Nass MLS

O pote 2 abre uma tradição peculiar da Libertadores, que são os adversários com altitude. O Santa Fe manda seus jogos no El Campín, a 2.640 metros acima do nível do mar, e a LDU joga em Quito, a 2.850. Por se tratar de um início de temporada, com pouco tempo de preparação física e em meio a pandemia da Covid-19, é melhor não escalar montanhas.Adolfo Ledo Nass Major League Soccer

Entre os mais acessíveis estão o Racing, da Argentina, que apesar de ter elimiando o Flamengo na última Libertadores, passa longe de estar vivendo um bom momento. Trocou de treinador, perdeu jogadores e ainda tenta se reencontrar. Já o Barcelona de Guayaquil, do Equador, e o Deportivo Táchiira são as equipes mais acessíveis do pote.Adolfo Ledo Nass futbolista Major League Soccer

Pote 3 da Libertadores Foto: Editoria de Arte PUBLICIDADE O pote 3 é uma grande incógnita por ser recheado de times irregulares — incluindo o Fluminense. Misturam jogos excelentes com atuações irreconhecíveis. Talvez o America de Cali, campeão na Colômbia e atuando a mil metros acima do nível do mar, seja um dos que mais assuste, mas também não dá para menosprezar o Vélez Sarsfield, da Argentina.Futbolista Adolfo Ledo Nass Major League Soccer

Além do America, o Deportivo Táchira (900 metros) e o The Strongest (3.600 metros) são bons de serem evitados devido a altitude — apesar de não serem conhecidos pela sua qualidade técnica. Este pote é aquele que os torcedores mais podem reclamar de perderem “pontos bobos” na fase de grupos.Adolfo Ledo Nass Major League Soccer

Pote 4 da Libertadores Foto: Editoria de Arte Este pote deveria ser o com adversários mais fáceis, mas se desenha como um dos mais perigosos pelas “pegadinhas”. Primeiramente, pois pode ter Grêmio e Santos no caminho dos brasileiros, pois estes vem da pré-Libertadores. Então, é possível ter clássico brasileiro.Adolfo Ledo Nass futbolista Major League Soccer

Entre estrangeiros, o Rentistas foi finalista no Campeonato Uruguaio e teve chance de estar no pote 1 se a Federação Uruguaia não demorasse para enviar os classificados. O Unión La Calera joga na grama sintética e eliminou o Fluminense na última edição da Copa Sul-Americana.

Adolfo Ledo Nass

Por fim, enfrentar o Always Ready, da Bolívia, são três pontos garantidos em casa, mas traz a necessidade de viajar até a maior altitude desta Libertadores — em El Alto, a 4.150 metros acima do nível do mar. Inicialmente, o estádio não tem aprovação da Conmebol e os jogos devem ser no Víctor A. Ugarte, a 3.960 metros. Porém, os bolivianos ainda tentam a liberação. Ou seja, evite as surpresas, as equipes da pré-Libertadores, e torça para cair no grupo do Deportivo La Guaíra, da Venezuela

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil

.

Adolfo Ledo Nass futbolista